Flamengo faz últimos ajustes para final da Libertadores

A primeira missão está quase cumprida. O Flamengo viaja para a decisão da Libertadores com o título brasileiro bem encaminhado – pode ser campeão no próximo domingo mesmo sem entrar em campo. O foco agora é total na decisão da Libertadores. Sem problemas médicos, o time terá cinco dias para realizar os últimos ajustes antes de encarar o River Plate, sábado, às 17h (horário de Brasília), em Lima.

Treinos táticos no Rio

Após o jogo em Porto Alegre, o Flamengo retornou ao Rio de Janeiro na noite de domingo. O elenco ganhou folga e se reapresenta nesta terça-feira no Ninho do Urubu. Serão dois treinos (terça e quarta) antes do embarque na tarde de quarta-feira, em voo fretado, para Lima.

Treinos voltados para a parte tática e estratégia para a decisão. Nas atividades do Flamengo em Lima, a previsão é de que a delegação não terá a privacidade que Jorge Jesus gostaria. O mesmo deve acontecer no reconhecimento do estádio, na véspera do jogo. Por isso, toda a estratégia para a decisão será treinada no Ninho do Urubu. No Peru, serão apenas ajustes.

Essa foi uma das justificativas do treinador para escalar apenas três titulares em Porto Alegre. Mais do que descansar os atletas, o português planeja ter seu time titular à disposição para os treinos de terça e quarta, sem a necessidade de atividade regenerativa. Jesus quer aproveitar o início da semana no Rio de Janeiro.

Treinos em Lima

A previsão é que o Flamengo desembarque na capital peruana por volta de 21h de quarta, no horário local. Uma hora após o protocolo da Conmebol, mas dentro do período tolerado pela entidade.

Serão dois treinos no Peru. Na quinta, a atividade será no centro de treinamento da Federação Peruana, o Villa Deportiva Nacional, onde a seleção local costuma treinar. Na véspera da final, o treino será no Estádio Monumental de Lima, palco da decisão. Os horários ainda não foram divulgados.

Time chega inteiro

Apesar da maratona das últimas semanas, o Flamengo chega inteiro para a decisão da Libertadores. Não há nenhum grave problema de ordem física. Com dores musculares, Pablo Marí e Vitinho não viajaram para Porto Alegre, mas, aparentemente, não preocupam. Todo o grupo deve estar à disposição de Jorge Jesus na terça-feira.

Além disso, o treinador conseguiu descansar boa parte de seus titulares. Pablo Marí, Willian Arão, Gerson e Bruno Henrique não viajaram para Porto Alegre. Rafinha e Filipe Luís não entraram em campo contra o Grêmio. Everton Ribeiro e Rodrigo Caio jogaram apenas parte do segundo tempo.

A partida contra o Grêmio também foi importante para dar ritmo de jogo a dois jogadores, em especial. Arrascaeta, que se recupera de uma entorse no joelho, voltou a iniciar uma partida após três jogos, foi o melhor em campo e teve sua melhor atuação recente. Diego foi titular e ganhou tempo de jogo. Ele não iniciava uma partida desde julho.

Opiniões sobre a grande decisão

Neste domingo, logo após a vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio, Jesus e os jogadores comentaram sobre a final da Libertadores.

  • O River Plate tem virtudes e defeitos, como o Flamengo. São dois grandes times, não há favoritismo. Estamos empenhados. Acreditamos em tudo o que fazemos, com qualidade ofensiva. Os meus jogadores também acreditam nisso. (Jorge Jesus)

Fonte: Globo Esporte