Três volantes, Cuellar e um possível retorno de Ederson: Zé Ricardo faz testes no Fla

Treinador mexeu bastante na equipe durante as atividades desta terça-feira, Cuellar e Berrío ganharam oportunidades; Ederson foi liberado.

Com a semana livre para trabalhar e preparar o time para o jogo contra o Botafogo pela semifinal do Campeonato Carioca, Zé Ricardo não deu mole para os jogadores no treino desta manha no Centro de Treinamento Ninho do Urubu.

Já pensando em como armará o time nas próximas partidas que não contará com  o meia Diego, o treinador começou a fazer alguns testes na equipe. Na primeira parte das atividades abertas para a imprensa, Zé escalou o time com Donatti, Rever, Pará, Renê, Márcio Araújo, Arão, Rômulo, Trauco, Gabriel e Paolo Guerrero.

No desenho tático, Trauco fazendo a função de ponta penetrando pelo meio e Willian Arão mais solto, com liberdade para chegar ao ataque, uma de suas jogadas preferidas. Renê foi o dono da lateral-esquerda. Em seguida, Zé Ricardo sacou Gabriel e colocou Berrío na ponta direita seguindo a formação com três volantes usada na partida contra o Universidad Católica, pela Copa Libertadores da América.

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

Na entrevista coletiva, após as atividades, Zé Ricardo comentou o fato de testar o time com três volantes.

“Hoje, começamos a observar as melhores formações. Vamos ver com quem vamos contar 100%. A ideia é ter uma equipe preparada. Contra a Católica, no meu modo de ver, poderíamos ter um resultado bem melhor lá. Hoje foi um primeiro dia para avaliar”.

Engana se quem pensa que os testes pararam por aí, para a surpresa de todos, já que a maioria dos treinos não costumam ser abertos para a imprensa, Zé Ricardo tirou Márcio Araújo da equipe e colocou Cúellar ao lado de Rômulo e Arão, seguindo a formação com três volantes. Cúellar, que vem recebendo poucas oportunidades, é uma grande aposta dos torcedores que acreditam no potencial do volante e esperam vê-lo com mais chances na equipe.

Durante o restante da atividade, Zé Ricardo se mostrou aberto a várias opções, ele ainda testou Mancuello no lugar de Rômulo, fazendo dupla com Trauco pelo meio. Em nenhum momento optou por Matheus Sávio ou Lucas Paquetá na equipe titular, mas vale lembrar que até o duelo contra o Botafogo ele ainda pode fazer novos testes.

Enquanto Zé Ricardo quebrava a cabeça procurando opções, Ederson e Conca treinaram com o restante do time. Esta, inclusive, foi a primeira vez que Conca participou de um treino de contato direto. Ele foi o coringa na primeira parte da atividade atuando com os titulares e os reservas.

Apesar disso, o treinador preferiu não falar sobre o possível retorno do argentino aos gramados, mas deixou aberta a possibilidade de Éderson retornar a lista de relacionados em breve.

“Vou manter a palavra do Tannure. Não vou dar prazo, ele(Conca) está cumprindo etapas e muito bem. Entre junho e julho”.

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

“É um atleta bastante querido por todo o grupo. Todo mundo torcendo para que volte. Ele merece ser feliz. Ele se cuida muito fora de campo. Está com muita vontade de entrar em campo. Precisa se sentir à vontade para não sentir nada”

Quem voltou a treinar com o grupo foi Éverton mas participou das atividades com o time reservas.

O Flamengo encara o Botafogo neste domingo(23), às 16h00, no Maracanã. A partida é válida pela semifinal do Campeonato Carioca. Três dias depois o Rubro-Negro enfrenta o Atlético-PR, fora de casa, pela Copa Libertadores da América.

Fonte: Goal.com