Lagardère acerta a compra do Maracanã por R$ 30 milhões

A Lagardère, empresa francesa que administra a Arena Castelão, em Fortaleza, e o Independência, em Minas Gerais, comprou por R$ 30 milhões a concessão do Maracanã que pertencia a empreiteira Odebrecht, que tinha o direito de administrar o estádio até 2048.

Foi assinado um memorando entre as partes, restando apenas a assinatura do contrato. A informação publicada pela Folha de S. Paulo foi confirmada pela reportagem do ESPN.com.br.

Além do valor pago, será necessário quitar três outorgas de R$ 6 milhões, totalizando R$18 milhões. A concessionária ainda terá que pagar os reparos que precisam ser feitos no local. Será montada uma equipe de diligência para fazer uma vistoria do que precisa ser feito.

A Lagardère já havia participado da disputa em 2013 e ofereceu R$ 155,1 milhões pela gestão do complexo esportivo, ficando atrás do Consórcio Maracanã (que estava associado com AEG e IMX, de Eike Batista), cuja oferta foi de R$ 181,5 milhões.

Fonte: ESPN