Flamengo x Atlético-PR terá “criador x criatura” sobre Guerrero como ícone da seleção peruana

Flamengo e Atlético-PR se enfrentam nesta quarta-feira (12 de abril), pela terceira rodada da Conmebol Libertadores Bridgestone, e algo em comum liga dois dos principais personagens de cada equipe: Paolo Guerrero e Paulo Autuori. Em lados opostos para o duelo no Maracanã, eles já estiveram bem perto há alguns anos.

Quando dirigia o Peru, em 2004, o treinador brasileiro foi responsável por dar a primeira oportunidade a Guerrero de representar o país em um jogo de Eliminatórias. A estreia do camisa 9 do Flamengo pela seleção aconteceu no dia 9 de outubro de 2004. Aos 20 anos, mas já como atleta do Bayern, ele esteve presente na derrota por 1 a 0 para a Bolívia.

Foi também com Autuori que Guerrero marcou seu primeiro gol com a camisa da seleção. No confronto diante do Chile, ele saiu do banco para substituir o já consagrado Claudio Pizarro no fim da partida. Mesmo assim, houve tempo suficiente para ele conseguir o primeiro tento pouco mais de um mês após a estreia pelo Peru.

Ao todo, foram oito jogos ao lado do treinador brasileiro pela seleção peruana. O duelo contra o Chile, inclusive, foi o único em que os dois conseguiram juntos com uma vitória. Foram mais quatro derrotas e três empates.

Quando estão em lados opostos, Guerrero leva vantagem. Ele ainda não sabe o que é perder para Paulo Autuori. São cinco jogos, com duas vitórias e três empates. Os resultados positivos do peruano aconteceram em um Corinthians x São Paulo, além do duelo do ano passado, pelo Campeonato Brasileiro, quando o Flamengo venceu o Furacão por 1 a 0, com gol de Mancuello. Nas cinco partidas contra Autuori, o camisa 9 rubro-negro, no entanto, passou em branco em todas.

Fonte: FOX SPORTS