Bandeira reforça esperança em nova licitação do Maraca: “plena confiança”

Depois que Paolo Guerrero parou de falar com a imprensa no Ninho do Urubu, foi a vez de Eduardo Bandeira de Mello aparecer na sala das coletivas. Na entrevista, o presidente do Fla afirmou que está confiante para que o governo do estado realize uma nova licitação do Maracanã. Segundo ele, seria melhor que o clube participasse desse processo, principalmente por causa da força econômica que o clube tem.

– O Flamengo sempre foi esse trem pagador, respeitando todos os outros clubes que sempre foram atrações dentro do Maracanã. Todo mundo sabe que 80% do movimento financeiro do Maracanã, ao longo dos 67 anos de existência do estádio, sempre foi da torcida do Flamengo. Agora, acredito que isso nos leva ao fato de que o futuro do Maracanã não pode ser dissociado do futuro do Flamengo. Nós estamos aguardando e temos plena confiança de que o governador vai anunciar muito em breve uma nova licitação em que os clubes possam participar com seus parceiros e a gente poder inaugurar uma nova fase no futebol, sem confusões, sem problemas e com a torcida do Flamengo, além da dos outros clubes do Rio. Já deixamos claro que se o Flamengo fizer parte da concessionária, o Maracanã sempre vai estar aberto a todos os clubes cariocas que ajudaram a construir a história do estádio – afirmou o presidente.

O presidente aproveitou o espaço que teve para comentar a confusão envolvendo o departamento médico do clube. Para ele, o chefe do DM, Márcio Tannure, tem toda liberdade para escolher os médicos, assim como Zé Ricardo tem para definir quem vai para os jogos.

– Queria reafirmar nossa confiança total e irrestrita no doutor Tannure, no trabalho do nosso Departamento de Excelência em Performance, que tem resultados para apresentar que vocês todos conhecem. Acho que hoje, pelas estatísticas das contusões, pelo tempo que os jogadores contundidos ficam fora dos treinamentos e pelo próprio interesse que o nosso Centro de Excelência em Performance desperta de outros jogadores para virem se tratar aqui, acho que está mais do que claro para todo mundo que evoluímos muito neste aspecto e o trabalho deles só pode ser classificado como excepcional. Acho que não tem crise nenhuma. O doutor Tannure é o chefe do departamento e assim como o Zé Ricardo tem autonomia total para escalar o time dele, o doutor Tannure também tem para escalar os médicos para as missões que ele achar que deve.

Relembre o caso envolvendo o departamento médico do Fla:

Tudo começou com a lesão no joelho direito de Diego no jogo contra o Atlético-PR. O camisa 10 do Fla teve que ser operado e Guilherme Runco, filho do ex-chefe do DM do clube José Luis Runco, não participou da cirurgia e deixou a equipe médica do Fla. Guilherme se queixou de Tannure e disse que o chefe do departamento médico quebrou um trato que haviam firmado. Na última segunda, José Luis Runco comentou no blog “Extracampo”, da jornalista Marluci Martins, questionando o caso de Ederson e o diretor geral do Fla, Fred Luz, também comentou a situação.

Fonte: GE