Trauco começa com média de assistências 10 vezes maior do que de Jorge

O torcedor do Flamengo começou o ano com uma enorme preocupação. Logo em janeiro, chegou a notícia de que Jorge seria vendido para o Monaco. A única opção até então para a lateral esquerda era a do peruano recém-chegado Miguel Trauco. Mas ele conseguiria aguentar a pressão de jogar em um time tão grande e em um país com o nível técnico maior?

Ao menos neste comecinho, a resposta é mais do que clara!

Trauco marcou logo na estreia diante do Boavista e deixou o torcedor animado. Mas a verdade é que ele vem fazendo bem mais que isso. E já se transformou no principal ‘garçom’ do país neste começo de ano.

São quatro assistências para gols – três pelo Carioca e uma pela Primeira Liga – em quatro partidas como titular.

Para se ter uma ideia, é quase o mesmo número de passes para gol que Jorge deu no ano passado inteiro. E uma média mais de dez vezes maior. Foram só cinco passes para gol em 53 jogos do hoje lateral do Monaco.

Vale ressaltar que o Flamengo ainda foi atrás de outra opção para a posição e contratou nesta semana Renê, que estava no Sport. E ele também teve bons números no ano passado. No Brasileirão, por exemplo, teve as mesmas duas assistências de Jorge, mas jogando bem menos (32 a 23).

Fonte: ESPN