Está tudo certo para Flamengo e Romulo ficarem, enfim, juntos; contrato é de quatro anos

Está tudo certo para Flamengo e Romulo ficarem, enfim, juntos. O contrato será de quatro anos – e não de três temporadas como informara anteriormente o GloboEsporte.com. E o documento já está pronto. Mas o acordo de distrato com os russos atrasa o processo. O Spartak Moscou, que é dono dos direitos do atleta até o meio do ano, pediu compensação financeira ao Flamengo e emperrou o negócio. Os cariocas não pagarão pela rescisão, e repetem o gesto da transação por Donatti. Ou seja, o jogador e seu agente que resolvam a liberação.

Por isso, a presença do jogador no dia 11, na reapresentação do grupo, que era considerada certa ainda está na berlinda. O Flamengo e o jogador seguem otimistas pela boa notícia, mas o clube carioca prega paciência.

– Não nos meteremos na relação do atleta com o clube russo – disse o vice-presidente de futebol Flavio Godinho, antes de responder se o jogador participaria da pré-temporada – Quanto antes (resolver) melhor, mas não temos ingerência no processo.

Godinho citou a negociação pelo zagueiro argentino Donatti, que foi costurada desde o início de 2016, mas só foi fechada, efetivamente, no meio do ano passado. Houve queda de braço do jogador com a diretoria do Rosario Central, que não abria mão da multa contratual, mas terminou liberando o atleta.

O Flamengo já confirmou as contratações de Trauco, lateral, e de Conca, meia. Romulo é o reforço do meio de campo. Sem Marinho, o clube vai investir em um atacante de lado de campo. O paraguaio Cecilio Dominguez, do Cerro Porteño, interessa, mas também depende de pedida mais barata. O empresário do jogador Diego Serrati admitiu conversas com o Flamengo, mas lembrou que a negociação só vai avançar se os paraguaios baixarem o valor pedido por Dominguez. Ele tem multa de R$ 27 milhões.

Fonte: GE